sábado, 29 de março de 2008

Escreve-a na tábua do teu coração

TorahEntretanto, se você se diz judeu, apóia-se na Torah e orgulha-se de Deus e conhece sua vontade e aprova o que é correto, porque tem sido instruído na Torah; e está persuadido de ser um guia para os cegos, uma luz nas trevas, instrutor de pessoas espiritualmente ignorantes e um mestre de crianças, porque tem na Torah a expressão do conhecimento e da verdade; então, você, que ensina os outros, não ensina a si mesmo? Pregando: “não roube”[a], rouba? Dizendo: “não adultere”[b], adultera? Você, que detesta ídolos, comete atos de idolatria? Você, que se orgulha tanto da Torah, desonra a Deus, desobedecendo à Torah? Como está escrito no Tanakh: “Por causa de vocês, o nome de Deus é blasfemado entre os goyim[c]. Porque a circuncisão tem valor se você fizer o que a Torah diz. Entretanto, se você for um transgressor da Torah, sua circuncisão torna-se incircuncisão! Portanto, se um homem incircunciso guarda as exigências justas da Torah, não será sua incircuncisão considerada circuncisão? Na verdade, o homem fisicamente incircunciso que obedece à Torah condenará você, que, apesar de ter passado pela b’rit-milah e ter a Torah escrita, transgride a Torah! Porque o judeu de verdade não é apenas o exteriormente judeu; a circuncisão não é apenas exterior e física. Ao contrário, o judeu de verdade é quem o é interiormente; e a verdadeira circuncisão é a do coração, espiritual, e não literal; para que seu louvor não proceda de homens, mas de Deus.


[a]
Sh’mot [Êx] 20.13(15); D’varim [Dt] 5.19
[b] Sh’mot [Ex] 20.13(14); D’varim [Dt] 5.18
[c] Yesha’yahu [Is] 52.5; Yechezk’el [Ez] 36.20


Novo Testamento Judaico: Romanos 2.17-29.

2 Comentários:

Ederson Campos disse...

Muitíssimo interesante este seu site!Parabéns!

Anônimo disse...

Um espaço internético que exalta e glorifica ao único e soberano Deus, o Senhor Todo-Poderoso!!!

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO