terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Scraps (by CS Lewis)

"Você está sempre me deixando para baixo", disse eu para meu corpo. "Deixando você para baixo!", retrucou meu corpo. "Gostei dessa! Quem me levou a gostar de cigarro e álcool? Você, é claro, com essa sua idéia idiota de adolescente de já ser 'crescidinho' . Meu paladar, nas primeiras vezes, relutou aos dois: mas você deu seu jeito. Quem colocou um fim em todos aqueles pensamentos de raiva e vingança ontem à noite? Eu, é claro, insistindo em que você fosse dormir. Quem faz o seu melhor para evitar que você fale ou coma muito, fazendo com que sua garganta fique seca ou dando a você dores de cabeça e indigestão? Ãh?" "E quanto ao sexo?", disse eu. "Ah, claro, e quanto a isso?", replicou o corpo. "Se você e essa sua mente infeliz tivessem me deixado em paz eu não teria te dado problemas. É sempre a alma; você me dá ordens e depois me culpa por cumpri-las".

(Cs Lewis)

Trad. Saulo R. do Amaral.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO