domingo, 9 de abril de 2006

Relacionamentos

RelacionamentoRecentemente li o livro 'Eu disse adeus ao namoro' de Joshua Harris e anotei em um caderno algumas idéias que achei interessantes, as quais compartilho agora com vocês. As idéias podem ser 'bonitinhas', mas se não formos zelosos não tem qualquer proveito; digo isso a mim mesmo. Apesar de deixar a desejar quanto a alguns fundamentos, o livro possui boas lições, sendo algumas delas as que posto logo abaixo.

Sobre o tema de relacionamentos, recomendo os livros 'Sua Perfeita Fidelidade', 'Romance à Maneira de Deus' e 'Com Amor Eterno'.

(o fato de ter lido e indicar tais livros não significa que necessariamente eu concorde com todas as idéias neles propostas)
'Eu disse adeus ao namoro':

A intimidade sem compromisso desperta desejos – emocionais e físicos – que nenhum dos dois pode satisfazer se agirem corretamente. A Bíblia chama isso de ‘defraudar’, em outras palavras, roubar alguém ao criar expectativas mas não satisfazendo o que foi prometido. Prometendo algo que não podemos ou não iremos cumprir.

Uma programação a dois tem a tendência de levar um rapaz e uma moça além da amizade e na direção do romance muito rapidamente. Independente se as pessoas estão conscientes disso ou não, o “programa” estimula expectativas românticas.

Ter intimidade sem compromisso é defraudar. Intimidade sem compromisso, semelhante a cobertura sem o bolo, pode ser gostoso, mas no final passamos mal.

O namoro geralmente isola o casal de outros relacionamentos vitais. Quantas pessoas terminam seus namoros e encontram quebrados os seus laços de amizade com os outros.

A não ser que um homem esteja preparado para pedir a mão de uma mulher em casamento, que direito tem de requisitar a sua atenção exclusiva? A não ser que tenha sido pedida em casamento (aos Pais, discipuladores), porque uma mulher sensível dedicaria a qualquer homem a sua atenção exclusiva?

Deus tem inúmeras experiências maravilhosas que Ele quer nos dar, mas Ele também as determinou para épocas específicas para nossa vida. Na nossa limitação humana, frequentemente cometemos o erro de tirar uma coisa boa da sua época apropriada para aproveitá-la quando desejamos. Como uma fruta colhida ainda verde ou uma flor cortada antes de se abrir, as nossas tentativas de apressar o tempo de Deus pode estragar a beleza do Seu plano para nossa vida.

A intimidade é a recompensa do compromisso – eu não devo estar em uma situação que possa gerar expectativas de um relacionamento romântico antes de estar pronto para o casamento.

A intimidade ‘custa’ compromisso. Se eu não estiver preparado para pagar à vista, com o difícil “dinheiro” do compromisso, eu não tenho nada que “sair fazendo compras”, nem tampouco me “anunciando”.

Façamos um favor aos nossos futuros cônjuges e paremos de “sair para fazer compras”; nem deixemos que nos assediem.

Precisamos parar de agir como “caçadores”, ou de nos fazermos de “caça”. Precisamos eliminar toda espécie de flerte, de paquera, e temos que fugir de participar de “joguinhos”. Temos que redobrar a atenção para certificarmos que nada do que dizemos ou fazemos estejam provocando sentimentos ou expectativas inadequadas.

As moças principalmente, por favor estejam atentas de quão fácil suas ações, palavras e olhadelas podem despertar expectativas românticas e até luxúria no coração e mente de um rapaz. Talvez vocês não se dêem conta disso, mas nós rapazes na maioria das vezes lutamos com nossos olhos. Às mulheres que assumem a responsabilidade de protegerem os olhos, mente e coração dos seus irmãos, meu muito obrigado.

“O casamento é um processo de refinamento. O conflito ocorrerá em todos os casamentos. Quando os problemas aparecerem entre vocês dois, será fácil de se culparem. “Se você deixasse o ar condicionado ligado quando está calor, eu não ficaria chateada!” O fato é que, seu cônjuge não fará você pecar. Ele simplesmente revelará o que está em seu coração. Um dos melhores presentes que Deus nos dará é um espelho grande chamado cônjuge. Se Ele colocasse um cartão nele, estaria escrito: “Isto é para que você descubra quem você realmente é. Parabéns!” (citação do livro ‘Love That Lasts’ de Gary e Betsy Ricucci).”

7 Comentários:

dudaaaaaa disse...

Daí cara!

Bela salada de verdades instrutivas e animadoras!

Forte abraço pá tu!

duda - eliehoenai

Débora Martins disse...

Gostei do teu blog.
Parabéns pelo trabalho!
Abraços,
Débora Martins

Anônimo disse...

Palavras oportunas no tempo exato!

Estava mesmo precisando le esse texto.

Claudia Cristina disse...

Não sei quanto a você, meu querido irmão, mas acredito que este livro possui grandes verdades, das quais muitos casados de hoje não tiveram a oportunidade de ouvir. Eu creio que é possível viver uma vida radical, uma vida na contra mão do mundo, assim como Daniel, assim como José,assim como Jesus. todos o citados tomaram posturas radicais assim como viver em CORTE....Só os livres a realeza pode viver na Corte os escravos...FICAM escravizados nas senzalas...Leia os livres do Pastor Naor Pedroza que vc entenderá do que estou falando...

abraço!!

otdx disse...

Sim, Cláudia, tanto possui grandes verdades que publiquei algumas delas aqui.

Abraço!

Aline Ramos disse...

Muito bom!!! Ainda não li o livro, mas, após estes poucos trechos, vou mesmo procurar lê-lo! Este é um assunto que gosto muito de estudar e debater. Alias, nunca tinha ouvido falar do livro "Com amor eterno", que você indicou. Vou procurá-lo também! Obrigada por indicar!

Deus abençoe!

otdx disse...

Infelizmente o livro "Com Amor Eterno" está fora de catálogo (era publicado pela Editora Vida), mas talvez você ainda o encontre em algum sebo (se correr!). Dê uma conferida na Estante Virtual.

Pelos seus comentários nos outros posts deverá gostar bastante desse livro, uma vez que ele fala do relacionamento entre um Príncipe judeu e uma judia mestiça num paralelo entre Cristo e a Igreja. É daqueles que se lê do início ao fim sem intervalos.

Shalom!

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO