segunda-feira, 12 de julho de 2010

"Jesus nunca escreveu um livro", dizem...

Caso eu assinalasse que a longevidade das ideias escritas tende a ser maior do que aquelas meramente faladas, alguns invariavelmente objetariam que Jesus nunca escreveu um livro. Essa ideia é repetida com frequência, normalmente no contexto de tentar demonstrar quão influente é Jesus, a despeito de nada ter escrito. Mas é estarrecedor como tal argumento pode ser feito por gente que leu os quatro evangelhos e as cartas de Paulo, onde a vida, as palavras e as ideias de Cristo foram registradas na forma escrita. É irrelevante se Cristo mesmo escreveu algo — a questão é: Qual seria o status do cristianismo hoje, se o Novo Testamento nunca tivesse sido escrito?

Vincent Cheung, em O Ministério da Palavra

1 Comentário:

Anônimo disse...

Jesus nunca existiu

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO