quinta-feira, 1 de julho de 2010

A imutabilidade de Deus não é abalada pelo fato de Suas promessas e ameaças não serem sempre cumpridas

A imutabilidade de Deus não é abalada pelo fato de Suas promessas e ameaças não serem sempre cumpridas. Pois, deve-se notar que todas as promessas são absolutas ou condicionais. Das promessas absolutas ou incondicionais não encontramos ocasião quando não foram cumpridas. Em todos os casos onde Deus não fez o que prometera, uma condição é expressa ou implicada. Veja Jeremias 18:8; 9-10. Deus prometeu habitar em Sião, em Jerusalém, no templo, e lá estaria eternamente. (Salmo 132:13, 19), e o povo de Israel habitaria na terra prometida e comeria dela; entretanto foi dito também que eles deveriam obedecer a Deus, continuar em Seu serviço e adoração guardando Suas leis e ordenanças. Isaías 1:19. Mas Israel falhou da sua parte. Deus se afastou deles e deixou que fossem levados cativos. Houve mudança na dispensação, mas não em Sua vontade. Ele ameaçou os ninivitas de destruí-los em quarenta dias, se não se arrependessem. Eles se arrependeram e foram salvos da destruição. Deus Se arrependeu de Sua ameaça; mudou Sua conduta aparente para com eles, mas não Sua vontade; pois o arrependimento e o escape estavam de acordo com Sua imutável vontade. Jonas 3:4,10. No caso de Ezequias, a declaração exterior ordenada a ele, era que morreria, o que teria acontecido logo devido a doença, mas o segredo de Deus era que ele deveria viver mais quinze anos, como de fato sucedeu. Tal acontecimento não indica contradição ou mudança. A declaração exterior foi feita para humilhar a Ezequias e fazê-lo orar, fazendo assim com que a imutável vontade de Deus fosse efetuada.

Dr. John Gill

6 Comentários:

Filipe L. C. Machado disse...

Belo texto!

Rogério disse...

A e-sword tem um módulo de comentários dele que é excelente. Ver o que ele estudou em cada versículo é o suficiente pra humilhar qualuqer um que pense que conhece bem demais as escrituras.

George Lucas disse...

er...
Em jonas 3:4 não fala sobre arrependimento não.

Eu acho que a resposta pra isso, está lá em Jr 18

Saulo R. do Amaral disse...

Não, George, é em Jonas mesmo. Ele está falando do arrependimento dos ninivitas.

George Lucas disse...

Eu não vejo no livro de Jonas Deus dizer...
"Será destruída se não se arrepender." .-.

Só no final, tipo quando JOnas está querendo morrer...

Saulo R. do Amaral disse...

Bom, no 10 Deus diz: "tendo em vista o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos, Deus se arrependeu e não os destrui como tinha ameaçado". Veja ali que o autor fala em Jonas 3. 4 E 10.

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO