terça-feira, dezembro 01, 2009

A Necessidade da Ação Humana

Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar” (Lucas 5:4)


Aprendemos com esta narrativa sobre a necessidade da ação humana. A pesca dos peixes foi miraculosa; contudo, nem os pescadores, nem seu barco, nem seus equipamentos de pesca foram ignorados; mas tudo foi usado para pegar os peixes. De modo que, para salvar almas, Deus opera através de meios e, ainda que o regime da graça permaneça, Deus se agradará com a loucura da pregação para salvar os que crêem. Quando Deus opera sem instrumentos, sem dúvida, Ele é glorificado; mas Ele mesmo escolheu a instrumentalidade como meio para ser ainda mais engrandecido na terra. Os meios em si mesmos são totalmente inúteis. “Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos” (verso 5). Qual foi a razão disto? Eles não eram pescadores exercendo sua vocação? Certamente. Não tinham mãos inexperientes, eles conheciam seu ofício. Foram incapazes de cuidar do assunto? Não. Faltou dedicação? Não, eles labutaram muito. Faltou perseverança? Não, eles labutaram a noite toda. Faltavam peixes no mar? Certamente que não, pois tão logo o Mestre chegou, eles lançaram as redes nos cardumes. Qual é a razão, então? Será porque não existe poder nos meios sem a presença de Jesus? “Sem Ele nada podemos fazer”. Mas, com Cristo, podemos todas as coisas. A presença de Cristo confere êxito. Jesus sentou-Se no barco de Pedro, e Sua vontade, por uma misteriosa influência, atraiu os peixes para a rede. Quando Jesus é exaltado em Sua Igreja, Sua presença é o poder da Igreja - o grito do rei no seu meio. “E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo”. (João 12:32). Nesta manhã, vamos sair ao trabalho de pescar almas, olhando ao redor, com fé e solene ansiedade. Vamos labutar até que a noite venha e nosso labor não será em vão, pois Aquele que nos diz para lançar a rede, a encherá de peixes.
.
C. H. Spurgeon

Fonte: Morning and Evening (Devocional matutino do dia 08 de outubro)

Tradução: Mariza Regina Souza

2 Comentários:

Saulo R. do Amaral disse...

Excelente texto!

Jonathan Oliveira disse...

Spurgeon possuiu um dom maravilhoso para falar e escrever sobre a Palavra de DEUS. Realmente, um homem que foi um instrumento nas mãos de DEUS,mesmo com todas as suas dificuldades. Louvemos ao SENHOR por vidas que são de benção para toda a Igreja de CRISTO!

Abraços a todos,
Sola Deo Glória
Jonathan Oliveira

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO