sábado, 29 de novembro de 2008

Monergismo e Sinergismo, resumidamente

(...) Sinergismo está relacionado com a doutrina da regeneração ou novo nascimento como descrita em João capítulo 3. Um monergista é alguém que crê que Deus o Espírito Santo sozinho opera a obra da regeneração que abre os olhos cegos, abre os ouvidos surdos e torna o coração de pedra num coração de carne. O sinergista, por outro lado, crê que a fé é produzida pela nossa natureza humana NÃO-REGENERADA...que um homem natural pode exercer fé aparte da regeneração do Espírito Santo (uma posição que todos dos grupos listados acima compartilham em comum). A crença que estamos promovendo aqui, que cremos ser bíblica, é a do monergismo, ou seja, que ninguém pode dizer 'Jesus é Senhor' senão pelo Espírito Santo...que todos que o Pai dá a Cristo virão a Ele (João 6:37) e que ninguém vem a Cristo a menos que o Pai lhe traga (João 6:63-65)...Assim, a Escritura está dizendo claramente nessas passagens o seguinte: Ninguém pode crer no evangelho a menos que Deus lhe conceda isso e TODOS a quem isso for concedido, crerão — fazendo a graça de Deus tanto invencível como indelével. 2 Timóteo 2:25 também diz que é Deus quem concede o arrependimento. Ele não é algo que o homem natural tem o desejo de praticar, pois João 3:20 diz que o homem natural “ama as trevas e odeia a luz, e não vem para a luz”. Mas aqueles que vêm para a luz mostram que isso é uma obra operada por Deus. Nós amamos a Deus porque Ele nos amou primeiro. É Paulo quem planta e Apolo quem rega, mas é Deus quem faz crescer. Quando pregamos o evangelho às pessoas, podemos pregar até que fiquemos sem fôlego e ninguém responderá ATÉ que Cristo os liberte da sua escravidão à corrupção da natureza. Deixados a si mesmos os homens sempre rejeitarão a Cristo. É necessária uma obra especial da graça sobrenatural para remover a hostilidade do homem. Assim, nós espalhamos a semente do Evangelho na pregação, mas o Espírito Santo germina a semente, por assim dizer, se esse homem há de responder. (...)

Extraído do site Monergismo

10 Comentários:

Anônimo disse...

cada vez mais me convenço e aceito a visao calvinista, monergismo. sei que Deus esta trabalhando no meu coraçao.

Jair Kunzler disse...

Que bom, continue assim, interessado pelas coisas de Deus. Mas lembre-se que nenhuma verdade nos é dada ou revelada a não ser pelo Espírito Santo, através das Escrituras Sagradas. Que o Senhor te abençõe,irmão.

Quézia Anjos disse...

Quer saber de uma coisa? Seja MONERGISTA e pronto!!! Não precisamos dar mãozinha a Deus. ELE é SOBERANO!!!!!!!!!

cristiano disse...

Deus formou o homem,O Pôs num jardim, lhe deu autoridade sobre as coisas que criou,e deixou uma ordem para ele obedecer ou não.

Saulo disse...

E...?

Anônimo disse...

E o Livre-Arbítrio???
Somos apenas marionetes então.... welcome to Matrix????

Anônimo disse...

3 e 16 de João??????

Anônimo disse...

".....E esse evangelho será pregado a toda criatura vindo depois o fim", porque será que o evangelho deverá ser pregado em todo mundo se os predestinados já estão salvos? É o Espirito Santo que convece o homem do pecado e da justiça de Deus. Creio no livre arbítrio!!!

Tiago Barbosa disse...

Se não houver quem pregue, não há conversão, a bíblia é clara e Deus é justo, para ter como também salvar o homem de acordo com a sua obra (depósito em Cristo)Jo 1.12; assim como materialmente você colhe o que planta, assim é também espiritualmente, só é filhos de Deus aqueles que um dia receberam (creram)e isto é provado pela ação (fé),assim como Deus provou o seu amor para conosco, um dia precisamos provar o nosso para com Ele, e assim como Ele veio em carne, também nós o manifestamos também emcarne, e isto não depende da nossa bondade, mas de ouvirmos o evangelho, e o recebermos que é confirmada posteriormente ao homem (dom)Ef 2.9; e isto não é porque você é bom, tem muita fé, e realiza boas obras e é bom, mas por causa que você um dia plantou, e mesmo sendo infiel, não o negou, pois ele não pode negar a si mesmo

Tiago Barbosa disse...

Se o ser humano não dependesse do homem, porque Jesus o intimaria a pregar?(Mc 16.15e16)porque Jesus lhes daria poder, se não houvesse nada a fazer (Mc16.17,18);Há autoridade celestial na terra através da oração DOS DISCÍPULOS(Mat16.19 18.18-20)são enviados de Jesus fisicamente como o Pai o enviou TAMBÉM fisicamente (Jo 20.21-23) Não é tão simples para Deus salvar alguém, o tal está preso pelo diabo, é escravo dele realmente,e não tem vontade própria como normalmente todo escravo, mesmo que não saiba ou entenda isso.(É a situação de condenação divina que é maior que condenação humana e jurídica veja Jo3.19) e o objetivo do diabo é no final da vida leva-lo para o inferno, é a triste e quase esquecida realidade do final do trecho de Jo3.16. Seria simples para Jesus salvar se todos recebessem (Jo1.12), mas nem todos recebem, e é justamente neste princípio que o diabo luta para nublar as mentes das pessoas, para acreditarem que estão livres à sua própria vontade e poderão escolher sempre a qualquer tempo a quem servirão, quando na realidade não podem, por isso Jesus disse: "Não podereis servir a dois senhores" Mat 6.24.Para tratar do assunto vemos sempre o Senhor usar termos formais tais como Senhorio, Reino, Concerto ou Testamento, Ele não diz? "Este é o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos", se há testamento, logo há também livro, e porque não dizer o livro da vida do apocalípse, então a tratamento formal no céu, Deus é justo e Paulo diz que Ele é o Justo Juíz, e o que um jíz faz? julga com justiça, e para que haja justiça, o que precisa ter? livros, registros, provas, atos, ações para que se comprove, e isto tanto para dar salvação, como também para galardão, como também para condenação ver Apoc 20.11-15.
Após o julgamento, ninguém poderá dizer que não foi julgado com justiça, poque Deus é justiça e todos terão que aceitar sua maldade e arcar com suas consequências, nos casos dos filhos, arcarão com seus salários e danos por não terem sidos inteiramente fiéis na terra, no caso dos perdidos, arcarão de novo com a consequência da morte eterna cabível a todos quantos não receberam a Jesus, é bem simples e tudo está escrito e registrado, ha evidências e fatos.

Postar um comentário

  ©Orthodoxia 2006-2017

TOPO